top of page

Considerado um centro local de baixa influência nos municípios vizinhos, o município de Gouvelândia fica perto da cidade de Quirinópolis, Goiás. Dentro de sua área de influência, a cidade atrai maior parte dos visitantes para logística de transportes.

Gouvelândia é o 5º município mais populoso da pequena região de Quirinópolis, com 4,4 mil habitantes. O PIB da cidade é de cerca de R$ 169,4 milhões de reais, sendo que 48,6% do valor adicionado advém da agropecuária, na sequência aparecem as participações da administração pública (24,8%), dos serviços (23,2%) e da indústria (3,4%).

Com esta estrutura, o PIB per capita de Gouvelândia é de R$ 27,9 mil, valor inferior à média do estado (R$ 37,4 mil), da grande região de Rio Verde (R$ 61,8 mil) e da pequena região de Quirinópolis (R$ 44,4 mil).

Tamanho e Localização

R$ 27,9 mil

PIB per capita (R$)

R$ 169,4 milhões

PIB (R$)

4,4 mil

População

Crescimento do PIB

Entre 2006 a 2021, o crescimento do PIB municipal apresentou o 5° melhor desempenho da região imediata. Nos últimos dez anos, o crescimento nominal do nível de atividade da cidade foi de 118,9% e a taxa apresentada dos últimos 5 anos foi de -12,2%.

Crescimento da População

Trinta anos atrás, a população do município era de 4,1 mil habitantes, o que representa um crescimento de 6,1% no período. Este desempenho é o 3° da região imediata. Já nos últimos 5 anos, a número de habitantes total da cidade diminuiu em -21,3%.

Mais informações da estrutura da cidade:

Características Econômicas

Gouvelândia - GO é uma pequena cidade que se destaca por apresentar novas oportunidades de negócios e pela alta regularidade das vendas no ano. Por outro lado, o desempenho econômico é um fator de atenção.

Crescimento Econômico

No ano, o município apresenta mais demissões que admissões, com um saldo de -5 funcionários.

Índice Caravela

Tamanho e Localização

2,2

Geração de Empregos

De janeiro a fevereiro de 2024, foram registradas 26 admissões formais e 31 desligamentos, resultando em um saldo negativo de -5 novos trabalhadores. Este desempenho é inferior ao do ano passado, quando o saldo foi de 20.

Na pequena região de Quirinópolis este é o 5º melhor desempenho em termos absolutos. Considerando a geração de vagas pelo tamanho da população, a cidade é a 5º que mais cresce na pequena região de Quirinópolis.

Ranking UF

216

Ranking per capita UF

31

Desligados

26

Admitidos

213

Mais informações sobre Geração de Empregos:

Abertura de Empresas

Crescimento ano

Ranking UF

Crescimento Mês

Mais informações sobre abertura de empresas:

O município possui 715 empregos com carteira assinada, a ocupação predominante destes trabalhadores é a de assistente administrativo (195), seguido de trabalhador agropecuário em geral (104) e de auxiliar de escritório (41). A remuneração média dos trabalhadores formais do município é de R$ 2,3 mil, valor abaixo da média do estado, de R$ 3 mil.

A concentração de renda entre as classes econômicas em Gouvelândia pode ser considerada baixa e é relativamente inferior à média estadual. As faixas de menor poder aquisitivo (E e D) participam com 67,1% do total de remunerações da cidade, enquanto que as classes mais altas representam 1,8%. Destaca-se que a composição de renda das classes mais baixas da cidade têm uma concentração 22,1 pontos percentuais maior que a média estadual, já as faixas de alta renda possuem participação 20,1 pontos abaixo da média.

Do total de trabalhadores, as três atividades que mais empregam são: administração pública em geral (372), criação de bovinos para corte (116) e construção de edifícios (31). Entre os setores característicos da cidade, também se destacam as atividades de administração pública em geral e criação de peixes em água doce.

Potencial de Consumo

R$ 2,4 mil

Remuneração (R$)

715

Empregos

Mais informações sobre rendimentos da cidade:

Fontes de informação e referências:

Esta pesquisa foi feita a partir de fontes de dados públicas, conforme abaixo:

 

  • PIB, dados do IBGE;

  • Saldo de Empregos, dados do CAGED (Ministério do Trabalho);

  • Mercado de trabalho, dados da RAIS (Ministério do Trabalho);

  • Abertura de Empresas, dados do Ministério da Economia;

  • Frota de Veículos, dados do DENATRAN.

  • Agropecuária, dados do IBGE.

  • Estatísticas Bancárias, dados do Banco Central do Brasil.

Mais informações sobre as referências e metodologias podem ser encontradas aqui​.

Última atualização: 4/16/2024

Sempre trabalhamos com as informações mais recentes que existem e trabalhamos a partir dos dados públicos para construções de análises e índices próprios, que ajudem no desenvolvimento da economia local.

Construído a partir de diversos indicadores, o Índice Caravela avalia cinco principais pilares econômicos das cidades: 1. Tamanho, 2. Potencial de consumo, 3. Crescimento, 4. Diversificação e 5. Sazonalidade.

Oportunidades de negócio

A participação do comércio, somado aos serviços de alojamento e alimentação, representa 11% do total de trabalhadores e está concentrada nos supermercados e lojas de variedades e nos postos de combustíveis, que empregam 32 trabalhadores.

Ao todo, existem 15 modalidades diferentes de comércio na cidade, das 74 possíveis. Com isso, a diversidade do comércio de Gouvelândia é considerada baixa, assim como a dos serviços, que também carece de maior desenvolvimento e abre oportunidades para novos negócios.

Ainda assim, comparando o desempenho da cidade com a média dos municípios com tamanho populacional similar, tanto o comércio quanto os serviços apresentam maior grau de desenvolvimento comercial.

Ainda em comparação com municípios de tamanho similar, os postos de combustíveis e os hotéis se destacam com operações de maior volume de trabalhadores per capita que os demais municípios, o que indica alta concorrência nestes setores. No caso dos postos de combustíveis são 13 funcionários para cada 10 mil habitantes na cidade, enquanto a média em outros municípios é de 1, resultando em uma diferença de 12 trabalhadores entre a taxa real e a taxa esperada. Já no caso dos hotéis, o município possui um total de 10 funcionários a mais para cada 10 mil habitantes, o que também o classifica como atividade de alta concorrência.

Diversificação dos Serviços

Baixa

Diversificação do Comércio

Baixa

Por outro lado, as atividades das lojas de materiais de construção, os restaurantes e bares e o comércio atacadista de alimentos e bebidas demonstram grande potencial para novos investimentos locais. O segmento das lojas de materiais de construção costuma apresentar uma taxa esperada de 32 trabalhadores para cada 10 mil habitantes, enquanto a cidade possui uma taxa de 13, resultando em uma diferença de -19. O mesmo ocorre para o setor dos restaurantes e bares, que apresenta uma diferença entre a taxa real e esperada de -18 trabalhadores para cada 10 mil habitantes.

Destaca-se que os segmentos das clínicas médicas, o comércio de peças de veículos, o comércio atacadista de químicos, papel e sucatas, o comércio atacadista de roupas e cosméticos, o comércio atacadista de madeira e material de construção, as lojas de livros, cds e artigos esportivos, o comércio atacadista de máquinas e o comércio atacadista de mercadorias em geral representam atividades que costumam ter movimentação de trabalhadores em cidades de tamanho similar, mas que não demonstraram vínculos formais de emprego na cidade.

Nos ajude a aprimorar nossos serviços

Obrigado(a)

Como você se sente sobre as informações que oferecemos?

Pesquisas de Mercado Completas

Receba sua pesquisa de mercado completa em poucos minutos, avaliando o potencial local, as tendências do setor e a sua concorrência.

Planos Caravela com Geomarketing

Conheça seu local e acompanhe as características, evolução e as projeções do seu mercado.

Eleve seu potencial

Desbloqueie o acesso a informações premium e faça sua pesquisa de mercado completa e personalizada em poucos minutos.

Gouvelândia - GO

Seguir
bottom of page