• Carolina Custódio

Economia e... serial killers?

Peter Vronsky, professor e PhD em História da Justiça Criminal pela Universidade de Toronto argumenta que guerras e crises econômicas têm papel importante na criação de assassinos. O autor ainda prevê uma onda de serial killers em 2035.


Dr. Peter Vronsky estudou o surgimento de diversos Serial Killers entre 1970 e 1999. Ao partir da ideia de que traumas de infância causam problemas de comportamento em adultos e que famílias desfeitas ou problemáticas tendem a gerar crianças desajustadas a sociedade, o autor concluiu que os serial killers emergem de situações traumáticas na infância e que momentos de guerra e crise econômica influenciam nesses acontecimentos.


Para o autor, o período contido entre 1970 e 1999 quando surgiu o termo serial killer fica denominado - ironicamente - como a era de ouro dos assassinatos em série. Estes quase 30 anos são responsáveis por cerca de 82% dos assassinos em série americanos surgidos durante o século 20. Esta época serviu de palco para nomes como Ted Bundy, John Wayne Gacy e Jeffrey Dahmer, que se tornaram famosos na sociedade.


No caso destes assassinos da era de ouro, todos passaram suas infâncias durante dois eventos de efeitos mundiais, a Grande Depressão e a Segunda Guerra Mundial. Sabe-se que A Grande Depressão e a Segunda Guerra Mundial devastaram milhões de famílias, não apenas pela perda de alguns ente queridos, mas também pelas mudanças de condições financeiras.


Em um de seus livros, o autor disserta sobre a tese que demandou décadas de pesquisa. Argumenta que essa classe de pensamentos se originam em crianças entre os 5 e os 14 anos de idade e, devido à guerra e à crise financeira vivenciadas em 2008, quando diversas pessoas perderam suas casas e mudaram de realidade financeira em pouco tempo, ele prevê uma nova onda de assassinos nos Estados Unidos em 2035.


O autor também é responsável por alguns best-sellers de verdadeiras histórias de crimes: Assassinos em série: O método e a loucura dos monstros (2004), Assassinos em série: Como e por que as mulheres se tornam monstros e Sons of Cain: uma história de assassinos em série da Idade da Pedra até o presente (2018), e, mais recentemente, American Serial Killers: The Epidemic Years 1950-2000 (2021), uma história que explora o surto epidêmico de serial killers na segunda metade do século XX. Ele ainda presta consultoria como historiador criminal investigativo para uma série de unidades de homicídios de casos arquivados de aplicação da lei, incluindo a NYPD, a Polícia do Estado de Nova York e o Gabinete do Promotor do Condado de Bergen em Nova Jersey.


Neste link é possível encontrar a tese de doutorado do autor. Clique aqui e confira também uma de suas entrevistas.




Interaja com os dados em dashboards dinâmicos

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

Apoie este projeto

Assine nossa newsletter e tenha acesso às notícias mais relevantes da economia local.

Contato

Novo projeto de dados na sua empresa? Entre em contato para que possamos te ajudar.

Trabalhe com a gente

Tem interesse em fazer parte do nosso time? Envie seu currículo para contato@caravela.biz ou

clique no botão abaixo.