• Henrique Reichert

Libertadores, sustentabilidade e crescimento #crvlnews009

Atualizado: 6 de fev.

No último sábado tivemos a final da Copa Libertadores de 2021. A competição é a mais almejada pelas equipes da América do Sul e formato de copa, com jogos de mata-mata, dão uma emoção a mais, não é? Pode até ser, mas, em termos de movimentação na web, o Campeonato Brasileiro é bem mais visado.


Comparando as buscas no Google, o campeonato brasileiro é bem mais procurado e, inclusive, tem aumentado o interesse do público nos últimos anos, com auge em janeiro de 2021, quando a edição de 2020 estava terminando.



Economia Sem Política


O que você faz com seu lixo? Esta tem sido uma preocupação dos brasileiros apontada no Blog Think With Google, junto com a questão climática e a preservação das matas.


A pesquisa registra o crescimento do interesse por questões como compostagem, reciclagem, energia solar e efeito estufa, além de mostrar que as pessoas estão dispostas a pagar um pouco mais por embalagens sustentáveis e que desejam que as marcas se posicionem quanto a isso.


Aproveitando o tema, o Fórum Econômico Mundial fez um resumo de tudo o que foi posto no Pacto Climático de Glasgow, agora em novembro. Talvez o que mais tenha se destacado é a discussão em relação à lacuna de credibilidade, que é um nome culto para o costume de estipular metas que não têm como serem cumpridas.


Para atingir a meta de aquecimento do planeta em até 1,5°C, as emissões globais precisam cair 45% até 2030, o que sabemos que é extremamente difícil de acontecer, até porque os níveis atuais indicam que chegaremos a um aquecimento de 2,7ºC. Além disso, tem estimativas que apontam que mesmo se os países conseguissem cumprir todas as suas declarações e acordos, o aquecimento projetado cairia para cerca de 2,4°C.


Economia Regional


Nem todo mundo já se recuperou da crise econômica. Na verdade, só 7 estados dos 14 em que há o cálculo de atividade econômica tiveram seu nível inteiramente retomado.


O problema é que não estamos falando da crise de 2020, e sim da crise de 2015. Cravando o nível de atividade econômica para todos estados no início daquele ano, o estado que mais cresceu, com certa folga, é o de Santa Catarina, com um nível de atividade 9,6% superior ao de anos atrás.


Pará e Goiás também já estão em um nível superior, mas os demais estados estão praticamente no mesmo ritmo que estavam em 2015. No estado gaúcho, chama atenção o ganho de atividade com a safra deste ano, porém, logo na sequência, a economia do Rio Grande do Sul perde ritmo.

Acadêmicos do crescimento


Falar sobre estratégias de crescimento e desenvolvimento econômico de países é entrar na Faixa de Gaza entre gente que acredita que o mercado é livre e deve se orientar sozinho e quem acha que é preciso um planejamento central para encontrar o desenvolvimento.


Assim como tudo na vida, entendemos que não há uma resposta certa para este questionamento, sendo que há vários contextos temporais, sociais e políticos envolvidos nisso tudo e, mesmo assim, sempre haverá um grau de incerteza enorme em qualquer um dos caminhos.


Anyway, se nós brasileiros ficamos parados discutindo qual o melhor caminho, o Taiwan foi o primeiro país em desenvolvimento a adotar uma estratégia de desenvolvimento a partir das exportações. Esta história começou em 1954 e teve seus desdobramentos apontados neste artigo do Douglas Irwin.


Plus aleatório, por que músicas tristes nos fazem sentir bem?






Quer mais informações?

Interaja com os dados em dashboards dinâmicos

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

💸 Apoie este projeto

Assine nossa newsletter e tenha acesso às notícias mais relevantes da economia local.

📳 Contato

Novo projeto de dados na sua empresa? Entre em contato para que possamos te ajudar.