Comércio varejista pode apresentar histórica recuperação em 2022

No acumulado até maio deste ano, o Comércio Varejista nacional cresceu 1,77%, enquanto o último mês apresentou crescimento de 3,7%.


Apesar de parecer pouco, o volume de vendas tem sido favorável ao comércio nacional nos últimos meses, a ponto de reverter o comportamento de queda do último ano.


Considerando o histórico do setor, os melhores desempenhos ainda são de 2014, período antes das subsequentes crises econômicas brasileiras. Desde então, o comércio ainda não conseguiu retomar sua completa capacidade, mas isso pode terminar este ano.


A evolução da receita de vendas do setor do Comércio Varejista nacional alcançou seu maior volume histórico em dezembro de 2014 com um desempenho 23,7% acima do valor do índice atual.


Contudo, comparando apenas os meses de maio, o ano de 2014 é apenas 0,77% superior ao índice atual. Se conseguir manter este ritmo, o setor poderá finalmente retomar o ritmo apresentado há quase uma década.


O crescimento tem sido puxado pelas atividades de Tecidos e Vestuário (21,3%) e Livros e papelaria (21,28%). O desempenho de Tecidos e Vestuário nacional cresceu 21,3% até o mês de maio deste ano. No último mês, houve crescimento de 24,45%.


Quer mais informações?

Interaja com os dados em dashboards dinâmicos

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

💸 Apoie este projeto

Assine nossa newsletter e tenha acesso às notícias mais relevantes da economia local.

📳 Contato

Novo projeto de dados na sua empresa? Entre em contato para que possamos te ajudar.