• Henrique Reichert

Crescimento, Digitalização e Resignation, as mudanças no Mercado de Trabalho em 2021

Com muitas mudanças no mercado de trabalho nos últimos anos, o ano de 2021 terminou com 2,7 milhões de novas vagas de emprego no Brasil, muito superior ao quadro de 2020.


Superados os momentos mais tensos de lockdown, o saldo de empregos de 2021 foi o maior dos últimos anos, superando a marca de 2,6 milhões de novos trabalhadores de 2010. Os resultados possibilitaram a retomada da queda de 2020 em praticamente todos os setores e regiões.


O comércio foi um dos principais destaques. Após uma queda de 67 mil trabalhadores, em 2020, o setor incorporou 635 mil novos trabalhadores durante 2021. Também teve uma reversão significativa as atividades de Alojamento e alimentação, de -303 mil para 154 mil, apesar de que estas empresas não conseguiram retornar o volume de trabalhadores anterior à crise.



Além do crescimento, um movimento que chamou atenção ao longo do ano anterior foi o aumento dos pedidos de demissão, que seguiram uma tendência que ficou conhecida nos Estados Unidos como a Great Resignation. Se antes da pandemia o comum era existir cerca de 300 mil pedidos de demissão por mês, o valor quase dobrou após a pandemia, chegando a 532 mil em setembro deste ano.



No ano, o crescimento dos pedidos de demissão foi de cerca de 50% em relação a 2020. Estes pedidos foram mais frequentes nos setores ligados à tecnologia e serviços financeiros, também eleva-se a ocorrência de pedidos de demissão a medida que aumenta o grau de escolaridade dos trabalhadores.


Outro movimento presente em 2021 foi o da digitalização, especialmente do comércio, o que levou a um crescimento das áreas de de tecnologia. Os serviços de tecnologia da informação 118 mil vagas de trabalho em 2021, praticamente o dobro do seu melhor resultado da década, de 68 mil novas vagas em 2010.


Em termos relativos, os municípios de Vargem (SC), Morro Agudo de Goiás (GO) e Indianópolis (MG) se destacam pela grande geração de empregos. Entre as grandes cidades, Barueri teve o melhor desempenho, com 31 mil novas vagas de trabalho, especialmente nos setores de telecomunicações e informática.


Na contramão das demais cidades turísticas, o município de Gramado também se destacou com 2,7 mil novas vagas trabalho geradas em 2021.


O desempenho de todas estas cidades e inclusive a variação de empregos de todas os demais municípios do Brasil podem ser consultados pela página de acompanhamento da economia local. Basta usar a barra de pesquisa do site ou consultar o dashboard de Saldo de Empregos.



Autor: Henrique Reichert, doutor em Economia pela UFSC.


Quer mais informações?

Interaja com os dados em dashboards dinâmicos

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

💸 Apoie este projeto

Assine nossa newsletter e tenha acesso às notícias mais relevantes da economia local.

📳 Contato

Novo projeto de dados na sua empresa? Entre em contato para que possamos te ajudar.